Anunciando vida, levando salvação!!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

"Passei uma crise muito grande no casamento,sofri de depressão, sofri preconceito por ser um pastor jovem mas Jesus me resgatou!"conheça a história do Pr. Wagner Fonseca.

     No penúltimo dia de 2015, o blog do crente esteve na
igreja do evangelho Pleno - Pilar, localizada rua do arame - chã do Pilar que
 esta a quase 17 anos na cidade e hoje é uma das que mais crescem na região. Fomos conhecer um pouco mais da vida do Pastor Wagner Fonseca


   O Pastor Wagner dos Santos Fonseca, 31 anos é natural de Pilar, servidor público, graduado em Administração pela Universidade Federal de Alagoas e esta concluindo sua pós-graduação em Gestão em pessoas, casado há 15 anos com a Pra. Gerlane Fonseca também 31 anos com quem tem dois filhos, a meiga Maysa Gabrielle, 10 anos (obreira) e o esperto Mateus, 8 anos (pastorzinho).
    O blog do crente conheceu um pouco mais sobre a vida desse homem de Deus, sua conversão, sua famila  e sua opinião sobre temas como dízimos,disputa entre igrejas e outros. confira agora.

O BLOG DO CRENTE (OBDC)

PR.WAGNER (P.W)

OBDC - Como aconteceu sua conversão? Quem te levou a conhecer ao evangelho?


Mateus, Pr. Wagner, Pra. Gerlane e Maysa na Igreja -
 reprodução: Facebook

P.W. - O meu tio que hoje também é pastor e na época era presbítero, o Presbítero Roberval, ele foi o grande canal e incentivo para que eu começasse a andar na igreja também minha tia Suély que hoje é líder de igreja e esposa de pastor, foi a primeira evangélica da família, congregou muito tempo na Igreja Batista do Pilar e me levava desde os quatro anos de idade para igreja junto com ela e foi uma semente que certamente foi plantada, mas posteriormente o canal foi mesmo meu tio Roberval, passei uma crise muito grande no casamento eu conhece a pastora em 2000 e vivemos até 2005 sem conhecer a Deus em uma vida muito turbulenta de brigas, problemas financeiros, problemas conjugais, traição e adultério da minha parte e a Maysa nasceu em 2005 e quando a Maysinha nasceu nos separamos por conta de uma traição minha e eu queria separar pois estava bem mas passando-se dois meses da nossa separação entrei em depressão, não via mais minha filha, a realidade não era aquela que eu pensava, não estava feliz no mundo, não tinha mais amigos era uma vida triste e depressiva e lembro-me que um dia eu deitei-me na casa de meu pai em um coxão na sala, minha filha e minha esposa estavam morando na casa da minha sogra e comecei a chorar ali no coxão deitado e o meu pai que hoje também serve ao senhor e não era crente na época me disse "meu filho se você quiser sua família de volta lute por ela" e aquilo me despertou e no outro dia passei na casa da minha sogra e disse Gerlane hoje eu vou para igreja, vou aceitar Jesus vamos comigo e ela me disse "não quero! " e antes ela me chamava para igreja quando estávamos passando por crises e ela me falou " não vou! se quiser ir hoje vá por você, quer ser crente Deus te abençoe mas eu não vou ser" e no dia 27 de agosto de 2005 eu fui para igreja Batista Nova Aliança e lá em um dia domingo por conta dessa crise querendo uma restauração na minha vida eu aceitei Jesus sozinho, o engraçado é que eu voltei para a casa da minha sogra e falei Gerlane eu aceitei Jesus e ela não demostrou nenhuma alegria então eu disse terça-feira tem culto e eu venho te buscar para ir comigo ela me respondeu " não sei se vou." e no dia 29 de agosto de 2005 data do meu aniversario eu passei na casa dela perguntei se ela iria para igreja e ela me respondeu " eu vou, mas vou sozinha" e nós fomos caminhando ela de uma lado e eu de outro e para a honra e glória do Senhor como meu presente de aniversario ela também aceitou a Jesus e hoje já  fazem dez anos que vivemos a restauração em nosso casamento, hoje sou pastor, ela pastora e nossos filhos são criados em baixo da graça de Cristo.

OBDC- Quando você se converteu imaginava-se como Pastor?

P.W - Nunca! nunca imaginei tinha o desejo de pregar, de estar ativo na obra e achava muito bonito os pastores pregando e  cuidando das ovelhas isso mim inspirava, o Pr. Jorge ( comunidade Batista Nova Aliança), Pr. Douglas ( comunidade Batista Nova Aliança), Pr. Givaldo meu primeiro pastor aqui no Evangelho Pleno. sempre achei muito bonito mais nunca foi meu alvo.

OBDC -Você tinha noção do quanto seria difícil? as pessoas tem uma má impressão em relação aos pastores e acreditam fácil ser pastor mas durante nossa entrevista fomos interrompidos algumas vezes por pessoas talvez pedindo conselhos, para você dar esses conselhos ou responder a uma questão bíblica você precisa se prepara antes?  

P.W - Eu costumo dizer aqui para as ovelhas e até ao meu presbítero, o Presbítero Josenildo que é um homem de  Deus e é um pastor, Eu costumo dizer que só sabemos o que é ser pastor quando assumimos a posição de pastor, porque a coisa muda, enquanto você é presbítero, não desmerecendo os presbíteros e  repito tenho um presbítero que é um homem de Deus e eu também já fui presbítero  mas quando você assume realmente o cargo ai você vê o peso que cai sobre a sua vida, de cuidar das ovelhas ter que está atento 24 horas, pastor não tem hora, não tem feriado nem final de semana e eu não tinha noção de quanto é difícil mas ao mesmo tempo que é difícil é prazeroso porque você cuida de vidas, ajuda pessoas, fazendo pessoas crescerem então todo esse peso é compensado pelo fato de você trabalhar para Deus e ajudar pessoas.

OBDC - você sofre preconceito?  


Pr. Wagner e Apostolo Helio Moraes
líder da  Igreja do Evangelho Pleno

P.W-   Já sofri principalmente no inicio, sou um pastor jovem tenho 31 anos, assume o ministério em 2011 há 5 anos e o inicio não foi nada fácil, assumir uma obra com cerca de 26 ,27 anos eu e minha esposa então sofremos um preconceito no inicio mesmo que muito sutil mas os nossos lideres o apostolo Hélio e a apostola graça sempre confiaram e nos deram suporte, as nossas ovelhas que estavam desde o inicio sempre confiaram na obra e isso fez com que esse preconceito ele fosse minimizado mas as pessoas diziam "pastor jovem como é que pode?" além do fato de ser pastor pois com isso você já sofre preconceito da sociedade que não conhece o trabalho de um pastor, costumo dizer que a maioria dos pastores que conheço são homens de Deus é que a mídia como você sabe por estar no ramo jornalistico ela explora muito as coisas negativas por darem mais audiência do que as coisas positivas mas 99% dos pastores que conheço são homens de Deus, sérios e sofrem preconceito sem merecer poque a mídia explora os que fazer coisas incorreras mas isso é o que da status a mídia.

OBDC-  Jesus fez poucos milagres em sua terra natal porque as pessoas o enxergavam como o filho do carpinteiro e não o filho de Deus, você sofre preconceito por ser da cidade por talvez as pessoas o enxerguem como Wagner que fez bobagens e não como o Pastor Wagner homem de Deus ? 

Pr: Gerlane, Pr. Wagner e seus pais e sua irmã 

P.W - (Sorrindo) parece que você esta tirando isso das minhas ministrações aqui. Também falo isso para as minhas ovelhas e isso é bíblico o próprio Jesus falou isso que  Não há profeta sem honra, senão em sua própria terra, entre os seus parentes e em sua casa“. eu costumo dizer que todos nós temos um passado, aquele pastor que nasceu e viveu em Maceió ou em Arapiraca, Palmeira dos índios ele chega e é o pastor as pessoas não conhecem o passado dele embora ele tenha um passado, no meu caso no caso de um pastor Jorge, somos diferentes poque nascemos, vivemos, fizemos coisas erradas e nos concertamos na terra em que nascemos então as pessoas conhecem nosso passado e nosso presente e é muito difícil mas tenho muito orgulho em Deus de ser pastor na terra onde nasce e me criei. hoje as pessoas me encontram na rua e falam " pastor você é filho do C
lóves e neto do Roseno ?" e respondo sou eu sim! hoje isso é muito bom mas no começo foi muito difícil pois  as pessoas lembravam muito de coisas passadas. então, sim existiu esse preconceito mais hoje já foi vencido.


OBDC- A Igreja do evangelho Pleno esta a 17 anos aqui em Pilar e houve um tempo que a igreja parecia abandonada, muitos membros deixaram de congregar e quando você assumiu o ministério isso mudou, hoje estamos em dia que não tem culto, 30 de dezembro e a igreja esta cheia de membros o que o você fez de diferente? 


.

Pr. Wagner e Pra. Gerlane e membros da IEP
P.W. Realmente a igreja está completando 17 anos em 2016, quando eu frequentava a igreja na época do pastor Douglas ela era bonita, florida e quando passei a congregar aqui a igreja já estava em uma nova fase com poucos membros passando uma fase difícil e quando assumi a igreja ela estava com cerca de 15 membros mas creio que como diz Eclesiastes capitulo 3 que há tempo para todas as coisa  e começamos um trabalho de acompanhamento das ovelhas, de carinho, de amor, de cuidar e hoje como você viu estamos com a igreja cheia em um dia que não temos culto, estamos com grupo de dança de teatro de louvor todos esse grupos com uma quantidade boa de membros e todos eles felizes que é o que mais importa. O que fizemos diferente? eu creio que quem fez diferente foi o Espirito Santo a Ele toda honra e toda Glória é que chegou o tempo, temos aprendido na obra que o deserto é a escola do crente e muitas vezes precisamos passar por um momento de escassez e de deserto e isso é Deus nos preparando para chegar no que é dele. o que temos feito de diferente humanamente falando é estar junto cuidando das ovelhas com carinho acredito que essa é a diferença.


OBDC - Hoje o você se dedica só a igreja ou tem algum trabalho secular ?

P.W - Eu sou servidor público na universidade Federal de Alagoas, técnico em Administração trabalho pela manha mas a ocupação pastoral ocupa 24 horas.


OBDC- Como consegue conciliar a família o trabalho e a igreja?


P.W -  Pastor não folga nem um dia dos 365 e como conciliar? pela graça de Deus. faz parte do meu testemunho que assim que me converti passei nesse concurso e louvo a Deus porque consigo administrar com o trabalho da igreja e até nisso Deus tem abençoado temos encontrado espaço e minha família é uma benção ela esta sempre na igreja junto comigo, o trabalho a gente da um jeito de conciliar com a igreja e assim eu vivo para obra.

OBDC-  Planos para o futuro.  2015 foi um ano que se falou muito em crise e 2016 o que você planeja para sua vida pessoal?

PW -  Para a vida pessoal continua crescendo com minha família e além de tudo estou terminado um pós graduação em Gestão em pessoas que é o que amo fazer cuidar de pessoas e cuidar de vidas então almejo concluir e entregar o tcc agora e janeiro/fevereiro e para igreja muitos, você tocou na questão da crise e nós temos ensinado que vivemos Cristo e a crise é real aqui no Brasil e no mundo mas não vai assolar a igreja. Estamos em reforma, reformamos o muro e a fachada da igreja em 2016 pretendemos ampliar a igreja, fazer salas para escolinha um local de preparação para escola Bíblica, melhorar os instrumentos do ministério de louvor e o grande projeto para 2016 é um culto de rua o evento solidário que vai ser muito divulgado aqui na cidade e em todo o estado, então nosso plano é ganhar o Pilar para Jesus.

OBDC - Pilar já foi considerada uma das cidades mais violentas do Brasil, existe esperança para nossa cidade?

P.W-  Sim existe  esperança a Bíblia fala no livro de Crônicas " se o meu povo, que se chama pelo meu nomese humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." então nossa esperança esta em Deus! então que o povo de Deus clame ao Senhor se humilhe aos seus pés porque Ele disse que vai sarar a terra não que vai sarar não só os crentes então eu creio se nós fizermos isso existe esperança para mudar essa situação.

OBDC - Existe uma disputa entre as igrejas evangélicas aqui no Pilar e no Brasil? Qual sua opinião?

P.W - Sim existe e em nível Brasil isso é alarmante, existe uma disputa, uma concorrência e isso não é o alvo de Deus agente sabe que no céu não existe espaço para placas mas para um povo só e devemos nos unir para ganhar esse país para Jesus mas graças a Deus nós temos visto isso muito pouco aqui em Pilar e temos vivido um ambiente de unidade.

OBDC - O mundo tem muitos atrativos o que o você tem feito para atrair os jovens para igreja?


Grupo jovem Geração Plena.

P.W - Nós temos que focar nos jovens, os jovens de hoje são futuros lideres da igreja de amanhã. Nossa igreja tem trabalhado com um departamento voltado para a juventude o departamento Juventude plena que tem outras linhas o ministério de louvor o Geração Plena que é o grupo de teatro. temos feito algumas coisas para que esses jovens se sintam motivados  a vir aos cultos mensalmente temos uma grande festa que é o Culto da juventude Plena e fazemos disso um atrativo para que esses jovens venha e gostem da igreja e possam ter atividades e nós temos feito peças de teatro, ministério de louvor, oficinas para que esse jovem possa estar envolvido com a igreja.


OBDC- Muitas pessoas hoje não querem ir a igreja por causa dos dízimos e nós estamos vendo nos últimos dias muitos escândalos em relação a isso. fale-me sobre dízimos.

P.W - Minha experiencia com dizimo é muito boa. Venho de uma família de empresários e passamos em uma situação em que perdemos tudo e um certo dia meu tio e eu estávamos em Recife em um congresso evangélico e o preletor daquela noite fez um desafio, eu nunca tinha sido dizimista tinha aceitado Jesus em questão de semanas e o preletor disse " se você nunca foi dizimista e quiser a partir de agora eu te faço um desafio de você dizimar e depois ver o que Deus vai fazer"  eu não tinha um real no bolso e meu tio olhou para me e disse "Wagner, você quer ser dizimista a partir de hoje?" eu disse quero mas não tenho dinheiro e o meu tio me disse "eu vou te emprestar dez reais, não estou te dando o dizimista vai ser você depois você vai me pagar, quer?" eu responde quero e aquele foi primeiro dizimo da minha vida, dez reais e hoje dez anos depois para a glória de Deus meu dizimo não é mais dez reais aumentou consideravelmente e não parei mais, tenho devolvido o dizimo a minha e esposa e meus filhos também, hoje sou pastor, servidor público tenho meu carro, minha casa, minha família. para resumir tudo eu creio que dizimo é uma questão de fé, quando devolvemos com fé deixa de ser dinheiro e passa a ser uma gratidão a Deus e de mudança de vida.

OBDC - Fale um pouco sobre sua família



P.W - Minha família é minha base, meu alicece depois do Senhor que a Bíblia diz que nossa casa deve estar firmada sobre a rocha, mas minha família é meu sustento são neles que eu encontro conforto pois a vida pastoral é muito penosa apesar de gratificante mas são eles que choram comigo é minha esposa que eu coloco o ombro e ela chora, ela me empresta o dela para eu chorar e agente sorrir muito, agente também se alegra muito e temos vivido momentos bons na obra, hoje tenho a glória de Deus da minha mãe ser minha obreira, meu irmão, meus tios, primos, minha sogra, meu sogro, minha cunhada e eles são a nossa base.

OBDC - A igreja na sua vida?

P.W-  A igreja é o que eu amo é onde eu cheguei sem nada, sem alegria e a igreja me fez crescer e quando falo de igreja falo do corpo de Cristo. igreja então se eu poder resumir a igreja para mim é minha vida.

OBDC - Como o você tem enxergado o comercio que tem ocorrido nas igrejas, as pessoas estão vendendo água ungida e esse tipo de coisa?

PW- Nossa igreja é pentecostal, cremos no mover do Espirito Santo mas não fazemos essa linha e não usamos desse linha doutrinaria e cremos atos proféticos mas atos proféticos  direcionados por Deus que não podem ser confundidos por comercialização. nem um ato profético pode substituir a presença de Deus a fé em Jesus Cristo, ouvimos falar muito em idolatria mas qualquer coisa que substitua a presença de Jesus é idolatria, qualquer coisa que venha ocupar o coração do homem. se eu coloco minha fé em uma rosa, em uma toalhinha, em uma panfleto seja o que for isso é idolatria.

OBDC - O diabo tem tentado destruir famílias por elas serem a base da sociedade o que o Senhor aconselharia a casais que estão sofrendo e passando por problemas semelhantes ao que o senhor passou?

P.W - Eu sou a prova viva de restauração no casamento como contei, não tenho vergonha em falar isso que vim de um problema sério e de um casamento desestruturado esse é meu maior troféu pois hoje vivo um casamento firmado na igreja e na presença de Deus e meu conselho é para os que  não são evangélicos buscar uma igreja como já disse a maioria dos pastores são homens de Deus, procurar uma igreja seria e que tenha um homem de Deus, e como saber? a Bíblia diz que pelos frutos se conhece a arvore. se firmar em cristo ele é a solução para nossos problemas e para aqueles casais que estão na igreja e também passam por problemas  justamente como você disse o casamento é a base da sociedade se destruir a família, nenhuma outra instituição poderá substitui-la meninos serão lançados na rua, serão futuros marginais e meninas lançadas a coisas ruins. então para os casamentos que estão na igreja o conselho é humildade, dialogo, compreensão pois não basta estar na igreja tem que orar, ler a palavra, buscar a presença de Deus posso ainda acrescentar que os casais devem participar das atividade na igreja dos encontros de casais, dos jantares de casais enfim estejam presente que isso vai firmar muito.

OBDC- As pessoas não compreendem muito sobre submissão o que seria?


Encontro de mulheres do Evangelho Pleno

P.W - Costumo dizer que submissão significa estar de baixo (sub) de uma mesma missão é que as pessoas levam muito pelo lado pejorativo. certo dia comentei com um colega meu e ele disse " isso esta errado, como pode estar submissa?" mas não é isso o peso dado a mulher não é um peso de vergonha mas o de estar  debaixo do mesmo proposito, em unidade na mesma missão dada ao marido e o peso dado ao marido é amar sua mulher como Cristo amou a igreja então o papel do homem é dar a vida pela sua esposa.

OBDC- Qual o é papel da mulher na igreja?

Mulheres Evangelho Pleno
P.W - Nós damos muitos serviços as mulheres em nossa igreja temos pastoras como minha esposa, diaconisas, evangelistas, missionarias e obreiras muitos ativas na obra todas elas muito inteligentes e muito participativas na obra a mulher é muito sabia e tem uma visão diferenciada em relação a família e a igreja e devem ser valorizadas creio que o papel da mulher hoje na igreja é fundamental para que a igreja se sustente e cresça.




    Então pessoal essa é nossa primeira entrevista de muitas que ainda virão se assim o Senhor nos permitir e não esqueça curtam nossa fanpage ,compartilhem nossos conteúdos e espero que o testemunho desse homem de Deus tenha acrescentado na vida de quem leu toda entrevista e esta chegando aqui no final. Gostaria de agradecer de forma muito especial ao Pastor Wagner Fonseca pela paciência e colaboração com esse estudante de jornalismo aqui metido a jornalista e a todos da Igreja do Evangelho Pleno que me receberam muito bem.
Por enquanto é isso fique na paz do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo!
Google Plus
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário