Anunciando vida, levando salvação!!

sábado, 25 de junho de 2011

Igrejas "avivadas", crentes famintos




"Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR". (Am 8.11

Dias atrás conversava com um jovem obreiro, onde ele falava da sede e fome da palavra de Deus em que ele estava. Isso se dava devido ao rumo em que sua igreja havia tomado, em priorizar cultos com supostas manifestações pentecostais. Essa igreja tem uma escola dominical magra, com pouquíssimos irmãos participando. Nos cultos tem se pregado pouco sobre o conteúdo transformador do evangelho, substituído por mensagens antropocêntricas e de manifestações "pentecostais".





Confesso que está cada vez mais difícil de encontrar cultos racionais a Deus. Confesso que estou com fastio de alguns cultos celebrados, onde Deus deixou de ser o reverenciado, sua palavra deixou de ser regra de fé, e os movimentos e cantorias se tornaram prioridades. Sei que ainda existem igrejas e dirigentes compromissados com a palavra genuína e transformadora do evangelho, mas existe uma multidão faminta por comida solida como o jovem que desabafava comigo. Na congregação desse jovem, os cultos costumam lotar quando tem "pregadores usados em dons", ou que costumam chamar o povo a gastar um bom tempo da pregação, com o falar em línguas estranhas, ou com mensagens repetitivas como; " Sinta o poder de Deus! Sinta a glória de Deus aiiiiii! Vai dando glória!"





E para ajudar, quando fiquei sabendo que em um culto que iria, estaria pregando uma pessoa que se destacava com os "dons espirituais", preferi ficar em casa e acompanhar um culto pela internet. Confesso que foi pior que estivesse ao culto. Tentei acompanhar dois cultos, mas foram decepcionantes. Em um, o mesmo que dirigiu; ministrou o louvor e pregou um pequeno tempo de mensagem (sem contar que ele conseguiu arrumar tempo para os "olhe para seu irmão do lado"). No outro, o culto se tornou somente em cantorias, ficando apenas quinze minutos para uma mensagem.





Às vezes temo estar se tornando uma pessoa radical, e um critico exagerado. Mas vejo que o que transforma o homem, está sendo substituído por misticismos supostamente espirituais. Certamente o versículo de 11 de Amós 8, tem muito em comum com os dias que estamos vivendo em nosso meio, onde ha fome e sede por ouvir as mensagens transformadoras de Deus, através de sua palavra. É a triste realidade de muitos famintos espirituais.





"Vós já estais limpos, por causa da palavra que vos falei (João 15:3)."
Google Plus
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário